Desmamando  escrito em quarta 27 maio 2009 00:14

desmame, leite artificial, mamadeira

Olha que coisa louca... tanto trabalho que tive para estabelecer uma amamentação exclusiva, seios feridos, acordando direto durante a noite, armazenado leite materno para quando saísse de casa, pra depois de alguns meses ter que desmamá-lo. É uma pena, mas foi necessário. 

Como sou portadora de Esclerose Múltipla (EM), tenho de fazer uso contínuo de uma medicação chamada Betaferon. Essa medicação é um interferon 1b, trata-se de um imunomodulador, tendo em vista que acredita-se que a EM seja uma doença autoimune. O fato é que o Betaferon é incompatível com a gravidez e também com a lactação, por isso, tive de parar de tomá-lo por dois meses antes de tentar engravidar e estava sem tomá-lo desde então, há mais de um ano, portanto.

Mas infelizmente, o que era bom durou pouco.... além do Betaferon ser uma remédio administrado por injeção via subcutânea (o que já faz com que ele não seja do meu agrado), ele causa terríveis reações adversas, como: dor de cabeça, dores pelo corpo, febre, fadiga, enfim, sintomas que em muito se assemelham aos que temos quando estamos gripados. O problema é que é como estar gripado dia sim, dia não, já que ele é administrado em dias alternados, então eu estava achando ótimo poder ficar sem tomá-lo. Aí, agora tive de retornar a tomar o Betaferon, foi horrível me adaptar novamente e além disso, ter que desmamar o Guilherme... assistir a cada dia ele mamando menos e não poder fazer diferente, por mim, teria amamentado até um ano e talvez até mais... Mas não foi possível.

O desmame do Guilherme foi progressivo para facilitar a sua adaptação e também para que meus seios secassem naturalmente. Foi um processo que durou 5 semanas, sendo que, a cada semana, era retirada uma mamada ao seio e incluída uma mamada na mamadeira. O problema foi a adaptação ao leite. No início ele estava tomando o leite Nan 1, mas ele teve muita prisão de ventre, então a médica mudou para o leite Aptamil 1, mas além de ele não ter melhorado muito da prisão de ventre, ele parecia não gostar muito do gosto do leite, aí por último ele se adaptou ao leite Nestogeno 1, tanto melhorou da prisão de ventre como parece gostar bastante, a vantagem dessa mudança de leite para mim foi no bolso, enquanto que o Nan 1 custa em média R$ 18,00, a lata, o Nestogeno 1 custa R$ 11,00, uma economia de R$ 7,00 por lata. Parece ser pouco, mas considerando que uma lata dá para, no máximo, 3 dias, fazendo assim 10 latas por mês, essa diferença de preço representa uma economia de R$ 70,00 por mês.

Na primeira semana, foi retirada a mamada das 6h da manhã e foram intruduzidas frutas (pêra, mamão, banana ou maça raspadinha) e sucos (laranja-lima e melancia). No início ele não gostou muito das frutas, mas depois que se adaptou, ele adora a hora da frutinha. Na segunda semana, foi a vez da mamada das 17h e assim foram sendo retiradas as mamadas e foram sendo substituídas por mamadeiras de Nestogeno 1. A cada retirada, meus seios ficavam uns dois ou três dias bastante inchados naquele horário da mamada retirada, mas depois se adaptavam.

Até que, finalmente ele foi totalmente desmamado, alguns dias chegava a sugar na única hora do dia que ainda estava mamando (às 3h da manhã) e não saía nada e eu tinha de fazer mamadeira mesmo. Eu voltei a tomar a minha medicação, então já não podiam mais amamentar... e não é que os seios resolveram encher novamente... passei allguns dias com os seios muito cheios e com muita dor de cabeça, algumas vezes eu tirava o leite para jogar fora (que desperdício!!!), mas não aguentava mais, então édi à minha GO que receitasse um remédio para que o leite secasse por completo, pra que???? Foi muito pior.

Ela me receitou um remédio chamado Dostinex, cuja função é essa de inibir ou suprimir a lactação.... meu Deus... nunca passei tão mal... tive muitas reações a esse medicamento, no primeiro dia, tive queda de pressão, tontura, dor de cabeça e isso tudo junto com as reações do Betaferon... fiquei praticamente imprestável por uns dois dias, era levantar da cama e a tontura vir e a pressão cair... Acreditem, uma semana depois, eu ainda sentia tonturas... esse remédio é mesmo muito forte, mas é eficiente mesmo, o leite secou desde o primeiro dia e nunca mais voltou.

Bem, essa foi a minha saga de desmame.... só digo uma coisa: Para as mamães que puderem amamentar, amamentem seus filhos até que eles não queiram mais... nada substitui aquele momento, o carinho, o contato, o amor, sem contar a praticidade e a economia. Para as mamães que, como eu, não puderem amamentar ou não puderem pelo tempo que queriam, não se martirizem, o seu bebê ficará bem, feliz, amado e bem alimentado, não é porque você o "amamenta" com uma mamadeira que esse momento não pode ser especial para os dois.

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.197.189.165) para se identificar     

Nenhum comentário
Desmamando


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para primeirofilho

Precisa estar conectado para adicionar primeirofilho para os seus amigos

 
Criar um blog